Links

… me dê um pincel e eu esculpirei o mundo!

In atelier, Brasil, commands, escultura, pedra, São Paulo, talha direta on 2 de janeiro de 2010 by movimento de arte

Explorar a qualidade da pedra, o que dela brota.
Um diálogo entre o que tenho em mente e o que a pedra me apresenta como possibilidade.

Amar a pedra é o primeiro passo. Conseguir trabalhá-la, um caminho.

? como ela responde a iniciativa…

Deixar uma parte do trabalho inacabado, a própria pedra, bruta, se mostrando como ela é_ bem definido onde é pedra intocada pela mão e onde foi trabalhada, claro o contraste entre o bruto e a intervenção humana.

Anúncios